Como o aconselhamento matrimonial pode revitalizar seu relacionamento

Fonte: rawpixel.com

Não é nenhum segredo; casamento é difícil. Pode parecer contra-intuitivo que um dos melhores eventos da sua vida (seu casamento) possa lhe causar tanta dor mais tarde. Mesmo os melhores casamentos passam por momentos difíceis que o levam a se perguntar se o aconselhamento matrimonial poderia ser a solução para seus problemas. O fato é que bons relacionamentos exigem trabalho.



Alguém que espera que a vida de casado seja um passeio no parque pode não ter o que é preciso para ficar com o marido ou a esposa nas coisas boas e ruins. Alguém que reconhece que altos e baixos são parte da vida e está pronto para fazer o que for necessário para superar os desafios provavelmente terá mais probabilidade de fazer as coisas funcionarem.

De acordo com a American Psychological Association, “cerca de 40 a 50 por cento dos casais divorciados nos Estados Unidos. A taxa de divórcio para casamentos subsequentes é ainda maior. ' O casamento não é fácil, mas pelo menos isso significa que 50 a 60 por cento dos casamentos ainda dão certo. Então, como você salva um casamento que parece estar se despedaçando? É aí que entra o aconselhamento matrimonial.



Por que os casais casados ​​procuram aconselhamento

Se você está pensando seriamente em procurar um conselheiro matrimonial, pode estar se perguntando se seus problemas são alguns problemas normais. Você pode se perguntar: 'Outras pessoas passam por isso com o cônjuge? O que um conselheiro pensará? ' Felizmente, uma pesquisa conduzida pela Statistic Brain em 2017 revelou alguns dos principais motivos pelos quais os casais procuram aconselhamento. As três principais respostas foram:



  1. 'Nós nos amamos, mas algo está errado' (22%)
  2. 'Não nos comunicamos bem' (19%)
  3. 'Um parceiro cometeu infidelidade' (16%)

Vê como a principal razão pela qual os casais procuram aconselhamento matrimonial é tão vaga? Você pode sentir que algo está errado, mas não sabe o que é. Seja qual for o motivo, admitir que há um problema em seu casamento e estar disposto a trabalhar nele são dois primeiros passos importantes. Não há vergonha em procurar ajuda para um pequeno problema (mesmo se você não tiver certeza de qual é o problema ainda) antes que ele piore.



Fonte: rawpixel.com

O aconselhamento matrimonial funciona mesmo?

Uma rápida olhada nas informações disponíveis sobre aconselhamento matrimonial mostra resultados mistos. O New York Times declara: “Dois anos depois de encerrar o aconselhamento, descobriram estudos, 25% dos casais estão pior do que quando começaram e, depois de quatro anos, até 38% estão divorciados”. Essas estatísticas são preocupantes, mas tenha em mente que isso significa que 75% dos casais não pioram após o aconselhamento e 62% ficam juntos.

O que essas estatísticas mistas nos dizem é que vários fatores podem influenciar o sucesso de um casal no aconselhamento matrimonial. Três maneiras de aumentar suas chances de encontrar um conselheiro matrimonial adequado incluem:



1. Encontrar um profissional com treinamento específico e experiência em aconselhamento matrimonial

A verdade é que muitos conselheiros que oferecem aconselhamento para casais e famílias não são especificamente treinados para trabalhar com mais de uma pessoa. Em muitos casos, esses conselheiros tendem a fornecer apenas & rsquo; band-aid & rsquo; soluções, como mecanismos de enfrentamento, para lidar com questões de relacionamento.

Infelizmente, alguns conselheiros podem não ter experiência ou conhecimento para chegar à raiz dos problemas conjugais de um casal. O resultado é que os casais podem ficar melhor por um tempo após o aconselhamento, mas esses problemas mais profundos eventualmente reaparecem.

2. Pesquisando abordagens diferentes e escolhendo uma que funcione para você

Aprender os mecanismos de enfrentamento não é uma coisa ruim, especialmente se a comunicação em casal é o seu ponto fraco, mas é importante saber que tipo de abordagem seu conselheiro adota para ajudar nos relacionamentos. Diferentes tipos de aconselhamento têm diferentes métodos e crenças, e é importante encontrar uma abordagem que faça sentido para você.

Dedicar seu tempo para encontrar o conselheiro certo é importante. Quando se trata de consertar um casamento desfeito, algumas das melhores abordagens são aquelas que investigam questões mais profundas, em vez de apenas trabalhar para melhorar a escuta e a comunicação.

Fonte: rawpixel.com

3. Buscar ajuda no início, não quando os problemas são grandes demais para serem corrigidos

Outra razão pela qual o aconselhamento matrimonial pode não ter sucesso é que os casais tentam tarde demais. Se houver desconfiança, discussões, mentiras e traições em um casamento durante anos, o ressentimento que se acumula no relacionamento pode ser difícil de desfazer. Se uma ou ambas as pessoas no relacionamento estão prontas para encerrar o relacionamento, é possível que elas mal tenham chegado ao aconselhamento matrimonial em primeiro lugar.

Muitos casais consideram o aconselhamento como o último recurso. Para alguns casais em dificuldades, concordar em procurar aconselhamento matrimonial pode parecer muito drástico. No entanto, nunca é cedo demais para obter ajuda quando precisar. É melhor obter aconselhamento e resolver seus problemas antes que eles fiquem muito ruins do que esperar até que seja tarde demais. As lições e ferramentas que você aprende no aconselhamento podem até mesmo ajudar no seu relacionamento a longo prazo.

Como o aconselhamento matrimonial pode revitalizar seu relacionamento

Agora que vimos por que os casais procuram aconselhamento matrimonial e por que o aconselhamento matrimonial nem sempre é eficaz, é hora de aprender um pouco sobre como o aconselhamento matrimonial pode revitalizar seu relacionamento.

1. Aprenda habilidades úteis

Um conselheiro pode ensinar habilidades valiosas que ajudarão casais comprometidos a ter sucesso em seus relacionamentos a longo prazo. Essas habilidades incluem coisas como comunicar-se melhor e escutar ativamente uns aos outros. Outras coisas que podem fazer a diferença são aprender a se acalmar quando os ânimos sobem e ter uma conversa calma mais tarde.

Se coisas como ansiedade ou depressão influenciam seu relacionamento, um conselheiro pode ensinar à pessoa que está lidando com a doença mental maneiras de lidar com a situação (como técnicas de aterramento, por exemplo). Um conselheiro também pode ensinar o parceiro da pessoa a entender como ajudar quando surgem certos sintomas e o que não ajuda nessas situações.

2. Identificar problemas de raiz

Aprender diferentes habilidades para usar em seu relacionamento é ótimo, mas não levará você muito longe se você não chegar à raiz do que causou seus problemas conjugais em primeiro lugar. Se você e seu parceiro têm lutado para se dar bem há algum tempo, é provável que tenha começado em algum lugar. Você pode ou não saber qual é a raiz dos seus problemas, mas é isso que muitas vezes precisa ser consertado para que um casamento prospere novamente.

Um conselheiro pode ajudá-lo a identificar a raiz dos problemas em seu relacionamento, fazendo com que você se lembre de quando seus problemas começaram. Quando foi a última vez que vocês foram realmente felizes juntos? Quando você luta, você traz à tona coisas do passado que não estão relacionadas ao argumento em questão? A análise desses detalhes importantes pode lhe dizer o que está acontecendo e ajudá-lo a descobrir o que precisa ser feito para tornar seu relacionamento melhor novamente.

Fonte: rawpixel.com

3. Priorize a abertura e a honestidade

Quando um casamento está falindo, alguns casais tendem a se fechar e mal se falam, a menos que estejam brigando. Outros casais se acostumam a mentir e esconder coisas um do outro, o que aumenta seus problemas. Nesses casos, o aconselhamento pode ajudar os casais a começarem a se comunicar mais aberta e honestamente novamente.

Durante suas sessões de aconselhamento, vocês estão lá um para o outro. Se você estiver participando, significa que deseja melhorar seu relacionamento e está disposto a participar. Pode ser difícil no início, mas quando você começar a se abrir, provavelmente se sentirá melhor. Você pode descobrir que alguns dos problemas que está tendo são mal-entendidos causados ​​por sua falta de comunicação!

Conheça suas opções

Encontrar um conselheiro matrimonial experiente pode ser difícil, por isso é importante saber suas opções antes de escolher a primeira recomendação que você recebe. Se você é um casal ocupado e sem muito tempo, ou mora em uma área rural, encontrar um conselheiro pode ser ainda mais difícil. O que muitos casais não sabem é que agora existem alternativas ao aconselhamento pessoal que são igualmente eficazes e mais acessíveis.

Serviços de terapia e aconselhamento online como o Regain podem colocá-lo em contato com um conselheiro certificado ou profissional com quem você pode falar do conforto da sua casa. Se o seu parceiro não quiser participar do aconselhamento, lembre-se de que o aconselhamento individual é outra opção que pode ajudar se você estiver com dificuldades.

Conclusão

Fonte: rawpixel.com

O aconselhamento matrimonial nem sempre funciona para todos, mas pode dar a alguns casais uma segunda chance de felicidade. A chave para um aconselhamento matrimonial bem-sucedido é reservar um tempo para encontrar um profissional experiente e qualificado para ajudar. Depois de encontrar um conselheiro, vocês dois precisam estar dispostos a se empenhar para tornar seu relacionamento melhor.

Um aconselhamento matrimonial eficaz pode revitalizar seu casamento, ajudando-os a aprender a se comunicar e a ouvir melhor um ao outro, ao mesmo tempo em que aborda algumas das questões mais profundas que causaram seus problemas conjugais. Para obter melhores resultados, tente procurar ajuda quando perceber que há um problema pela primeira vez, em vez de esperar até que seja tarde demais.