Santo amor: um relacionamento do qual sua fé se orgulharia

Quer você e seu parceiro tenham o mesmo sistema de fé ou não, manter suas crenças no centro do relacionamento traz muitos benefícios. Não apenas vocês dois terão mais probabilidade de trabalhar juntos em momentos de desafio, mas também serão capazes de desenvolver seu relacionamento espiritual. Aqui estão apenas algumas maneiras de manter o amor sagrado como parte de sua vida.

Comunique-se frequentemente



Fonte: unsplash.com

A maioria das religiões tem a crença básica de amar umas às outras. Uma das maneiras mais fáceis de mostrar amor pelo outro significativo é manter uma comunicação aberta com ele. Isso significa não apenas falar o que pensa e falar frequentemente uns com os outros, mas também ouvir ativamente os pensamentos, ideias, preocupações e medos uns dos outros.



Ter fortes habilidades de comunicação em seu relacionamento pode reduzir drasticamente as chances de discussões frequentes, sentimentos feridos e necessidades não atendidas. A maioria das religiões encoraja a ideia de falar e ouvir Deus, um ser divino, ou até mesmo a si mesmo para melhor se conectar com sua espiritualidade. Falar e ouvir o seu ente querido com um coração sincero, da mesma forma, produzirá resultados não menos eficazes.

Esteja lá um para o outro



Provavelmente, sua fé tem algumas ideias sobre como amar os outros, cuidar dos enfermos ou ajudar os menos afortunados. Embora a maioria dessas questões seja em grande escala e normalmente seja feita por pessoas fora de seu relacionamento, uma maneira de ecoar esses ensinamentos em sua vida diária é simplesmente estar presente para a pessoa que você ama.



Isso significa apoiá-los fisicamente, emocionalmente e mentalmente (dentro de limites saudáveis) e encorajá-los a ser a melhor versão de si mesmos que podem ser. Isso também significa amá-los e apreciá-los sem julgamento, ajudando-os a alcançar seus objetivos e sonhos e apoiando em tempos de desafio. Encorajar uns aos outros em suas jornadas espirituais também é fundamental aqui.

Coloque a fé em primeiro lugar

Fonte: unsplash.com

Não importa o quanto vocês dois se amem, colocar a fé em primeiro lugar o ajuda a criar uma base sólida para seu relacionamento. A fé é o que o ajuda a acordar todas as manhãs, confiante de que pode conquistar o que quer que surja em seu caminho. Isso lhe dá força para superar a dúvida e a negatividade também. Sem ele, os problemas do mundo podem parecer maiores e mais opressores do que são.



Manter a fé na frente e no centro da cabeça e do coração o ajuda a abordar os problemas do relacionamento (e da vida diária) com uma mente firme e equilibrada. Você pode até notar pequenas questões que abalam outros relacionamentos, são mais fáceis de lidar com você mesmo. Entregar os problemas do mundo a um poder superior pode eliminar a urgência de consertar todos os problemas da vida imediatamente. Essa abordagem de vida sem estresse permitirá que você se concentre mais no que é importante juntos.

Siga os ensinamentos sobre sexo

Dependendo do status do seu relacionamento, sua fé pode exigir celibato ou encorajar um relacionamento sexual ativo. Independentemente da doutrina específica que sua fé ensina, é importante obedecê-la claramente.

Os ensinamentos sobre relacionamentos físicos servem a um propósito principal. Eles podem protegê-lo de tomar decisões que podem terminar em mágoa ou instabilidade, ou melhorar seu relacionamento de maneiras que a sociedade moderna tende a ignorar. Quando o sexo não é um fator em um relacionamento, permite que duas pessoas explorem uma à outra mental e emocionalmente primeiro. Ele cria uma conexão única baseada em mais do que atração física.

Quando a fé apóia um relacionamento sexual saudável (tradicionalmente por meio do casamento), ainda mais acontece. Você não apenas terá um vínculo especial entre vocês dois que não é compartilhado com ninguém, mas também terá o potencial de trazer uma nova vida ao mundo e fazer crescer o seu amor em algo ainda maior. Claro, essas coisas podem acontecer antes do casamento ou fora da fé, mas quando suas crenças são a razão para o tipo de relacionamento físico que você tem, você sabe que está realmente honrando a si mesmo e um ao outro.

Vá para os serviços juntos

Fonte: unsplash.com

Se você e seu parceiro pertencem à mesma religião, frequentar os cultos juntos é vital para a saúde de seu relacionamento. Isso ajudará vocês dois a viver de acordo com o que acreditam ser verdade e a manter os ensinamentos de sua fé atualizados em suas mentes.

Quando você segue ideias semelhantes, pode tornar mais fácil a resolução de conflitos, o perdão chega mais rápido e oferece uma perspectiva comum em tempos de confusão ou luta. Mais importante ainda, manter-se atualizado com sua fé permitirá que suas crenças sejam um guia útil para vocês dois quando se trata de tomar grandes decisões.

Se você pertence a diferentes religiões, não se preocupe. Continue frequentando os cultos pela fé que você segue e convide seu outro significativo para se juntar a você de vez em quando. (Não se esqueça de fazer questão de se juntar a eles também.) Isso não só dará a vocês dois uma nova maneira de explorar um outro, mas também pode ajudá-lo a unir suas crenças de uma forma única que estimule seu relacionamento.

Ore ou medite juntos

Algumas religiões encorajam a oração, outras a meditação. Ambos os exercícios são frequentemente descritos como formas de se conectar a um poder superior e de ter um relacionamento pessoal com a espiritualidade. Quando vocês oram ou meditam juntos, estão convidando o divino para uma conversa em grupo e um relacionamento aberto com você e seu ente querido. Isso é importante porque a orientação que você recebe durante esses momentos de comunicação espiritual pode ajudar a moldar suas decisões e levá-lo a fazer escolhas das quais se orgulha.

Viva sua fé fora do relacionamento

A fé não é algo a ser mantido escondido; é para ser compartilhado e celebrado. Esteja aberto sobre sua fé não apenas para seu parceiro, mas também como casal. Você não precisa necessariamente bater na porta de alguém e pregar suas idéias para essa pessoa. Às vezes, simplesmente viver sua fé por meio de ações em conjunto é o suficiente para falar com outra pessoa.

Se sua fé encoraja a caridade, ajudem os outros juntos. Se for necessário manter tradições especiais, façam isso uns com os outros. Mostre ao mundo que você é uma frente unida quando se trata de viver suas verdades. Isso reforçará continuamente o quão forte é o seu relacionamento e incentivará o trabalho em equipe entre vocês dois.

Cuide de suas finanças

A maioria das religiões tem certas recomendações quando se trata de finanças. Alguns, como o budismo, incentivam a limitação de posses materiais e não gastar dinheiro em excesso. Outros, como muitos ramos do cristianismo, incentivam seus membros a gastar seu dinheiro com dízimos ou doações.

Chegar a um acordo sobre como gastar seu dinheiro com o outro significativo é um desafio, mesmo para relacionamentos que não são baseados na fé. No entanto, para um casal que deseja viver sua fé junto, manter-se alinhado com os ensinamentos financeiros de sua religião tira um pouco da pressão deste tópico quente. Com menos discussões sobre como gastar dinheiro, objetivos financeiros bem definidos e uma maneira racional de orçar de acordo com suas crenças, haverá menos tempo para falar sobre seus fundos e mais tempo para se concentrar uns nos outros.

Perdoar

Fonte: unsplash.com

O perdão é uma crença importante em muitas das maiores religiões do mundo. Isso porque é uma das coisas mais importantes que podemos oferecer a nós mesmos e uns aos outros. Nem todos os momentos de seu relacionamento serão ótimos. Em algum ponto, vocês vão ferir os sentimentos um do outro, seja intencionalmente ou não.

Nessas situações, perdoar uns aos outros é uma das maneiras mais fáceis de viver sua fé, desde que seja feito da maneira certa. Perdoar alguém de fora, sem perdoá-lo verdadeiramente em seu coração, só levará ao ressentimento no futuro. Da mesma forma, perdoar alguém, mas constantemente trazer à tona a situação dolorosa, é um sinal de que você não está pronto para superar o problema.

O verdadeiro perdão não significa esquecer algo doloroso. Mas, isso significa que vocês estão dispostos a superar a situação difícil juntos. Significará limitar as chances de o problema acontecer novamente e, potencialmente, reconstruir o relacionamento ou corrigir o dano que aconteceu. Uma abordagem fiel ao perdão é boa para a saúde de seu relacionamento e de seu espírito.

Pratique a Gratidão

Não importa quais sejam suas crenças religiosas, quase todos concordam com a ideia de que a vida, e todas as coisas maravilhosas que vêm com ela, é um presente. Reserve alguns momentos todos os dias para pensar a respeito ou diga algumas palavras de agradecimento por tudo o que você tem por causa de seu relacionamento. Isso não apenas aumentará a probabilidade de você perceber o lado positivo de seu outro significativo com mais frequência, mas também os ajudará a apreciar tudo o que fazem juntos.

Tente ir além do físico. Não agradeça apenas por terem uma casa ou empregos estáveis, pense também em todas as pequenas coisas. Por exemplo, os momentos em que vocês riem juntos ou como é bom ter alguém que os apóia. Um bom relacionamento é muito mais do que atração física ou afeto. É preciso dedicar um tempo para perceber as coisas invisíveis que o ajudam a se apaixonar mais por seu parceiro a cada dia.

Estas são apenas algumas idéias que você deve seguir ao tentar construir um relacionamento do qual sua fé se orgulharia. Enquanto estiver vivendo de acordo com suas crenças e trazendo os ensinamentos para sua vida cotidiana, você está no caminho certo. Lembre-se de que duas pessoas não precisam ter o mesmo sistema de crenças para fazer isso funcionar. No entanto, suas diferenças não devem ser tão drásticas a ponto de você ter dificuldade em concordar com as idéias e objetivos morais básicos em seu relacionamento. Quanto mais vocês dois fizerem de sua fé parte de suas vidas juntos, mais fácil será ter o amor santo.